O Observatório Unilasalle: Trabalho, Gestão e Políticas Públicas produziu a carta especial MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO. O objetivo é problematizar, a partir da visualização de dados do Ministério do Trabalho e Emprego, a contribuição da força de trabalho feminina no mercado de trabalho formal.

A história conta que trabalhadoras de uma fábrica de tecidos, no dia 8 de março de 1857, realizaram uma grande greve, em Nova Iorque. Tomaram a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho: redução na carga diária de trabalho, equiparação de salários com os homens e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

Neste período de tempo esta realidade se transformou?

Acesse aqui a Carta Especial Mulheres no Mercado de Trabalho.