Objetivo

– Oferecer ferramentas teóricas e práticas que estimulem a reflexão sobre os mecanismos e processos de cobertura jornalística sobre fatos científicos, realizada por diferentes meios de comunicação (TV, jornal, rádio, portais de notícias on-line, entre outros)

Público

– Jornalistas que trabalham nos mais diversos meios de comunicação ou em setores de comunicação de instituições de ciência e tecnologia e/ou universidades

– Estudantes de comunicação que cobrem ciência e tecnologia ou que têm interesse nessas áreas e buscam uma capacitação

Carga horária

10 horas, divididas em dois dias: 26 e 27 de outubro de 2015, das 14h às 19h

Quantidade de vagas

30 pessoas

Conteúdo programático

– Dia 26 de outubro, das 14h às 19h

  • Divulgar ciência: por quê, para quê e para quem?
  • Breve história e teoria do jornalismo de ciência

– Dia 27 de outubro, das 14h às 19h

  • Os diferentes públicos do jornalismo de ciência
  • Jornalismo de ciência e saúde na TV e em meios impressos
  • Descrição do conteúdo
  • Divulgar ciência: por quê, para quê e para quem?

 

Serão debatidos quais os principais modelos e princípios adotados na área da divulgação da ciência, da tecnologia e da saúde, despertando uma visão mais crítica sobre as práticas em divulgação da ciência, assim como a importância do jornalismo de ciência como fonte de informações para o público leigo.

  • Breve história e teoria do jornalismo de ciência

Será mostrado um breve histórico do jornalismo em ciência no Brasil, perfil profissional dos jornalistas de ciência no país, princípios e especificidades do jornalismo de ciência, oportunidades de cursos na área, pesquisas em jornalismo de ciência.

Os diferentes públicos do jornalismo de ciência Quais são os diferentes públicos em potencial do jornalismo de ciência e que desafios específicos impõem ao jornalista. Como o público em geral enxerga a ciência e o jornalismo científico – análise de estudos quantitativos (Enquete nacional sobre Percepção Pública da Ciência e da Tecnologia) e qualitativos sobre recepção do jornalismo de ciência.

  • Jornalismo de ciência e saúde na TV e em meios impressos

Será abordado como é feita a cobertura sobre temas de ciência e saúde em telejornais e em editorias de ciência e saúde em jornais impressos, como são reportados temas polêmicos, quais fontes são ouvidas, como as editorias se organizam para a cobertura de temas, a questão do embargo em notícias de ciência, entre outras questões e desafios na área do jornalismo de ciência.

Inscrições

Até o dia 20 de Outubro de 2015, mediante encaminhamento da Ficha de Inscrição para o e-mail fiocruzceara@fiocruz.br

Critério de seleção: Havendo demanda superior ao número de vagas, a coordenação do evento priorizará a participação de um profissional por instituição.

Local de Realização do Curso

Auditório do Programa de Pós-Graduação em História da UFC

Centro de Humanidades II – 1o andar do prédio do Curso de Jornalismo

Endereço: Av. da Universidade, 2762 – Benfica

Cep 60.020-180 – Fortaleza – CE

Tel.(85) 3366 7746/7741