­

About Rosana Kirsch

This author has not yet filled in any details.
So far Rosana Kirsch has created 74 blog entries.

No Rio e no Mar: documentário sobre a Ilha de Maré

Documentário retrata a luta de pescadores e pescadoras de Ilha de Maré contra a poluição química causada pela Petrobras “Eu tinha doze anos quando meu pai apresentou esse monstro pra gente”, fala Marizélia Lopes, pescadora de Ilha de Maré e uma das líderes do Movimento dos Pescadores e Pescadoras (MPP), apontando para a refinaria da Petrobras em Madre de Deus, na Baía de Todos os Santos. O episódio narrado é uma das cenas do documentário “No Rio e no Mar”, dos diretores holandeses Jan Willem Den Bok e Floor Koomen, que foi lançado (26/09), na internet (acesse aqui). O documentário foi lançado em 2016 e concorreu em março, desse mesmo ano, na 18a edição do Festival de Cinema da Anistia Internacional, “Movies that matter”, na cidade de Haia, na Holanda. A obra cinematográfica não ganhou o prêmio principal, mas recebeu uma menção honrosa, ficando com o segundo lugar, entre os dez documentários que concorriam na categoria. As filmagens foram feitas nos anos de 2014 e 2015 e mostram o embate travado pelos pescadores e pescadoras de Ilha de Maré contra a Petrobras e outros empreendimentos petroquímicos que poluem a baía de Todos os Santos e prejudicam o modo de vida das comunidades pesqueiras locais. O documentário acompanha as pescadoras e ativistas do MPP, Eliete Paraguaçu e Marizelia Lopes, ou “Nega”, como é conhecida, nas tentativas de denunciar os problemas que estão afligindo a comunidade. Entre as dificuldades para enfrentar a problemática da poluição, uma característica da sociedade brasileira se revela com força: o racismo ambiental. O conceito que começou a ser formulado nos anos 90, trata de políticas e práticas que prejudicam predominantemente grupos étnicos vulneráveis, como o que acontece com a comunidade quilombola pesqueira de [...]

By |19/10/2016|Notícias do Observatório|Comentários desativados em No Rio e no Mar: documentário sobre a Ilha de Maré

Programa Nacional de Saneamento Rural: acesse pesquisa em doze comunidades

Acesse o portal desenvolvido numa parceria (TED) entre a Funasa e a UFMG e traz dados sobre a implementação do Programa Nacional de Saneamento Rural. O Grupo da Terra fez indicações de territórios para esta pesquisa que envolveu: VARGEM BONITA, CAPANEMA – PR ASSENTAMENTO PONTAL DO BURITI, RIO VERDE – GO ASSENTAMENTO ADEMAR MOREIRA, SÃO PEDRO DA ALDEIA – RJ ASSENTAMENTO SERRA NEGRA, FLORESTA – PE SERINGAL VILA NOVA, RESEX CHICO MENDES – AC NOVA ALEMANHA, IMBUIA – SC NOVA ESPERANÇA, ICHU – BA ASSENTAMENTO ALCOOBRÁS – AC BARRA DE OITIS, DIAMANTE – PB CAÇANDOCA, UBATUBA – SP BARREIRO AMARELO, OLIVEIRA DOS BREJINHOS – BA SÃO ROQUE, PRAIA GRANDE -SC O Plano Nacional de Saneamento Básico - PLANSAB, aprovado em dezembro/2013 tem objetivos e metas nacionais e regionais, de curto, médio e longo prazo, voltados para a universalização dos serviços de saneamento básico, assim como a proposta de programas para o alcance dos objetivos e metas da política federal de saneamento básico, inclusive com a identificação das fontes de financiamento. O Plano determina a elaboração de três programas para a implementação da Política Federal de Saneamento Básico: Saneamento Básico Integrado, Saneamento Rural e Saneamento Estruturante.

By |1/03/2016|Notícias sobre Saúde do Campo e da Floresta|Comentários desativados em Programa Nacional de Saneamento Rural: acesse pesquisa em doze comunidades

Revista Ambiente e Sociedade lança novo volume

Acesse volume 18.3 da Revista Ambiente e Sociedade aqui.

By |26/11/2015|Notícias sobre Saúde do Campo e da Floresta|Comentários desativados em Revista Ambiente e Sociedade lança novo volume

Identificação de produtores orgânicos e agroecológicos

  Participe da identificação de produtores agroecológicos e orgânicos O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), em parceria, buscam informações sobre grupos formais e informais de agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais, assentados da Reforma Agrária e outros segmentos da Agricultura Familiar, com experiência em agricultura orgânica, que tenham interesse em obter a certificação por auditoria, em grupo, para produção orgânica. Neste sentido, caso seja de seu conhecimento, solicitamos colaboração preenchendo o questionário no link http://goo.gl/forms/dCaiyPGX7c e/ou divulgando esta mensagem a possíveis interessados. Receberemos as informações continuamente, porém, pedimos que os questionários sejam respondidos, se possível, até dia 30/11/15. Caso não consiga acessar o link, favor contatar o email - certifica.organico@int.gov.br Cabe lembrar que essas informações nos auxiliarão no planejamento e execução de um projeto de abrangência nacional, não estabelecendo, neste momento, nenhum compromisso por parte do INT ou do MDA.      

By |21/11/2015|Notícias sobre Saúde do Campo e da Floresta|Comentários desativados em Identificação de produtores orgânicos e agroecológicos

1º Encontro Nacional de Saúde das Populações do Campo, da Floresta e das Águas

Acesse aqui o folder com a proposta do Encontro. “Cuidar, promover, preservar: a saúde se conquista com luta popular!”. Será realizado dia 30 de novembro a 5 de dezembro de 2015 em Brasília. O 1º Encontro Nacional de Saúde das Populações do Campo, florestas e das Águas. Contamos com a participação de 800 a 1000 pessoas. Encontro com caráter formativo e de luta, com os seguintes desafios: ◦     O sentido e compreensão da participação e controle social; ◦     Denunciar os ataques ao SUS e à saúde do povo brasileiro, a entrada do capital estrangeiro na saúde, as privatizações em curso e as tentativas de mercantilização da saúde no Brasil e América Latina; ◦     Construir unidade no campo, floresta e águas brasileiro; afirmar a determinação social do processo saúde-doença e sua relação com a estrutura da sociedade capitalista nesse atual momento; ◦     Construir uma plataforma dos movimentos sociais a respeito da saúde do campo, floresta e águas, dialogando com delegados e delagadas da XV Conferência Nacional de Saúde - CNS no debate do SUS que queremos e defendemos (saúde e modelo de desenvolvimento); ◦     Construir alianças com movimentos e organizações populares da cidade, que constroem a luta em saúde e sua relação com agroecologia, economia solidária, etc; ◦     Fortalecer a concepção de saúde dos movimentos populares e o debate das políticas públicas, a partir da Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e das Águas - PNSIPCFA; ◦     Que seja um espaço de articulação política, de denúncia e de proposição. Inicialmente estão construindo o Encontro os seguintes Movimentos: Movimento dos Atingidos por Barragens, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Movimento dos Pequenos Agricultores, Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, Coordenação Nacional das Comunidades [...]

By |15/11/2015|Notícias sobre Saúde do Campo e da Floresta|Comentários desativados em 1º Encontro Nacional de Saúde das Populações do Campo, da Floresta e das Águas

Consulta pública: herbicida paraquate

A ANVISA está realizando consulta pública sobre o herbicida paraquate. Segundo dados da Anvisa sobre o  paraquate é irritante para os olhos, pele e vias respiratórias. Essa substância pode causar efeitos sobre rins, fígado, trato gastrointestinal, sistema cardiovascular e pulmões, resultando em perda de funções, lesões teciduais, hemorragia e fibrose pulmonar. A exposição a altas concentrações pode resultar em morte (IPCS, 2009). O texto em Consulta Pública está aqui: portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/c97678004a2658908b549b0b2c8a7317/CP+94-2015+-+Minuta.pdf?MOD=AJPERES Para participar da consulta pública, acesse o formulário aqui: http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=23005 ​Documentos importantes desta consulta Justificativa Proposta de norma em discussão (texto que está em Consulta Pública) Parecer técnico de reavaliação Atos relacionados: Despacho de iniciativa nº 93, de 8 de outubro de 2015 (DOU de 09/10/2015) Abaixo, o texto que está em Consulta Pública Processo nº: 25351.056773/2013-21 Assunto: Proposta de Reavaliação Toxicológica do Ingrediente Ativo PARAQUATE. Agenda Regulatória 2015-2016: Subtema nº 67.5 Regime de Tramitação: Comum Área responsável: Gerência-Geral de Toxicologia - GGTOX Relator: Renato Alencar Porto RESOLUÇÃO RDC N.º, DE DE XXXXXXX DE 2015 Proposta de regulamento técnico para o ingrediente ativo paraquate em decorrência da reavaliação toxicológica. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe confere o inciso IV do art. 11 do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 3.029, de 16 de abril de 1999, e tendo em vista o disposto no inciso III do art. 74 e no inciso IV do art. 75 do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Portaria nº 650 da ANVISA, de 29 de maio de 2014, republicada no DOU de 2 de junho de 2014, em reunião realizada em xx de xxxxxxxxx de 2015, adota a seguinte Resolução e eu, Diretor-Presidente, determino a sua publicação: Art. 1º Cancelar os [...]

By |13/11/2015|Notícias sobre Saúde do Campo e da Floresta|Comentários desativados em Consulta pública: herbicida paraquate

Saúde e ambiente: direitos fundamentais para a garantia da vida

No dia 30 de setembro, quarta-feira, aconteceu a Oficina Realidade de Saúde e Ambiente, ministrada pela Ms Rosana Kirsch, da Cooperativa Educação, Informação e Tecnologia para Autogestão – EITA. Rosana é formada em Ciências Sociais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS e tem mestrado pela Universidade de Brasília – UnB, na área de Sociologia. Além disso, tem vínculo com o Observatório da Política de Saúde Integral das Populações do Campo, Floresta e Águas – OBTEIA. A atividade foi realizada na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros e em um primeiro momento foi feita uma apresentação breve sobre o Instituto Humanitas Unisinos, seguida de uma apresentação do programa ObservaSinos – Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos, vinculado ao IHU, que promoveram a atividade. Foto: Carolina Teixeira A apresentação do Instituto foi feita através do sítio do IHU onde se teve uma breve discussão sobre a aba Notícias do Dia e o que lá estava relacionado à Saúde e ao ambiente. Em uma pesquisa com a palavra saúde, foram encontrados temas permeados pela problemática dos agrotóxicos, presente hoje na realidade da alimentação de muitos brasileiros e brasileiras. A partir disso, foi ressaltada a importância do Instituto como uma fonte de pesquisa e articulação entre diferentes organizações, pesquisadores e lideranças com atuação em temas de fronteira. Foram também apresentados os objetivos do ObservaSinos, que se propõe a subsidiar o planejamento, monitoramento, avaliação e controle social das políticas públicas do Vale dos Sinos. Depois da apresentação do programa e do Instituto, era hora de conhecer os participantes presentes, que foram identificados pelo nome, formação e município de referência. Entre eles estavam acadêmicos do curso de Jornalismo, Educação Física, Ciências Econômicas, Gestão de Recursos Humanos, Fisioterapia e outros. Também compunham o grupo cidadãos [...]

By |9/11/2015|Notícias do Observatório|Comentários desativados em Saúde e ambiente: direitos fundamentais para a garantia da vida

Rede de Observatórios Sociais realizou o V Seminário

Entre os dias 28 e 29 de setembro, a Rede de Observatórios Sociais realizou o V  Seminário da Rede de Observatórios Sociais será Dados e Participação. O OBTEIA integra a Rede desde 2013, quando participou do III Seminário que tinha como temática políticas públicas. Nesta edição, contamos com a contribuição de Alfonso Torres Carrillo, da Universidad Pedagógica Nacional da Colômbia durante todo o Seminário. Alfonso é pesquisador/ educador popular que atua junto a movimentos sociais, na educação popular e desenvolve pesquisa social alternativa. Durante o Seminário, o OBTEIA apresentou trabalho sobre a pesquisa realizada junto com as comunidades do Rio Laguna/ Pará que está acessível aqui e lançou a série de vídeos Com a Palavra que traz questões sobre saúde do campo, floresta e águas na abordagem de movimentos sociais, academia e gestão pública. O Ministério da Saúde/ Departamento de Gestão Participativa esteve presente no Seminário e também contamos com a participação do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na mesa redonda sobre Dados e participação – experiências e metodologias. No dia 07 de dezembro haverá reunião da Rede de Observatórios Sociais, quando será momento de fazer avaliar o ano de 2015 e projetar o VI Seminário, como encaminhado pelas/os participantes da atividade.  

By |4/11/2015|Notícias do Observatório|Comentários desativados em Rede de Observatórios Sociais realizou o V Seminário

OBTEIA contribui no Ciclo de Estudos: saúde e segurança no trabalho no Vale do Sinos

O Ciclo de estudos: saúde e segurança no trabalho no Vale do Rio dos Sinos tem o propósito de realizar um processo de formação em saúde e segurança no trabalho, em vista da sua melhoria na vida dos(as) trabalhadores(as), no ambiente das empresas e no contexto da região do Vale do Rio do Sinos. É uma atividade do Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, em parceria com a Confederação Nacional dos Mertalúgicos - CNM, o Sindicato dos Trabalhadores Mertalúgicos de São Leopoldo e o Centro de Referência da Saúde do Trabalhador da Região do Vale do Rio dos Sinos e Canoas - CEREST. Imagens da atividade presencial do Ciclo: 09 de novembro Quais os objetivos do Ciclo? Promover um espaço e processo de formação em saúde e segurança no trabalho, em vista da melhoria da saúde e de segurança nas empresas e na vida dos(as) trabalhadores(as) no contexto da região do Vale do Sinos. O OBTEIA e o Ministério do Trabalho e Previdência Social estarão contribuindo no Ciclo de Estudos que terá dois momentos presenciais e atividades em alternância. Veja mais: em http://www.unisinos.br/eventos/ciclo-de-estudos-saude-e-seguranca-no-trabalho-na-regiao-do-vale-do-ex122227-00001

By |4/11/2015|Notícias do Observatório|Comentários desativados em OBTEIA contribui no Ciclo de Estudos: saúde e segurança no trabalho no Vale do Sinos

OBTEIA participa da 3ª Jornada de Estudos Rurais e Saúde

Relato de André Canindé, integrante do OBTEIA que participou do evento. O evento possibilitou discussões interdisciplinares e intersetoriais, por meio do envolvimento de pesquisadores, representantes do Estado e dos movimentos sociais que trabalham com a temática proposta. O evento teve início com uma conferência de abertura que discutiu o panorama atual do uso dos agrotóxicos no Rio Grande do Sul e no Brasil, proferida por Leonardo Melgarejo (AGAPAN). Oportunamente, Leonardo apresentou argumentos que combatem os mitos mais comuns sobre o uso dos agrotóxicos, como por exemplo a ideia de aumento do desenvolvimento nacional pelo uso destas substâncias – quando na realidade os agrotóxicos não apenas não ampliam a produtividade como ainda atrasa o desenvolvimento. Durante todo o dia foi discutido acerca das (in)sustentabilidades nos modos de produção/trabalho e as implicações na saúde da população rural. Foram discutidos temas relativos à saúde ambiental e do trabalhador, soberania alimentar na agricultura familiar e alimentação saudável. No final deste dia, ocorreu o lançamento de livros e sessão de autógrafos com os autores.  Dentre as publicações lançadas no evento estão: “O Rural e a Saúde – compartilhando teoria e método” – Tatiana Engel Gerhardt e Marta Júlia Marques Lopes (orgs.), Editora UFRGS, 2015; “Lavouras Transgênicas, riscos e incertezas” – Gilles Ferment, Leonardo Melgarejo, Gabriel Fernandes e José Maria Ferraz – Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, 2015; “Desenvolvimento rural e gênero: abordagens analíticas, estratégias e políticas públicas” – Staduto, J.A.R.; Souza, M.; Nascimento, C.A. (orgs.) – Editora da UFRGS, 2015; “O processo de Trabalho e Adoecimento de Agricultores do Tabaco” – Deise Lisboa Riquinho e Elida Hennington – Editora da UFRGS, 2015.; “Educação para Segurança Alimentar no Conjunto Habitacional Porto Novo” – Marilise Mesquita et al. Editora da UFRGS, [...]

By |4/11/2015|Notícias do Observatório|Comentários desativados em OBTEIA participa da 3ª Jornada de Estudos Rurais e Saúde